26 de mai de 2009

A ilusão


Ela veio e pousou em meu ombro

Tão doce, tão dissimulada, tão falsa

Pintou-se de esperança, mostrou-se tão companheira

Afastou certezas, zombou de atitudes

Acariciou o perdão.

Enlevou-me em novos sonhos

Dirigiu-me por falsos caminhos

Dizendo me levar ao céu.

Sua companhia era boa,

Mas de si nada eu sabia

Até que tirou sua máscara

Levou-me até o inferno

ao entrar em meu coração.

De esperança, nada existia

Era tão somente a ilusão.

Sueli Benko

17 comentários:

medeiros.paulo.zip.net disse...

Oi Sueli. Parafraseando a música de Cazuza, vivemos de porções de ilusão. Já fiz muitas viagens com asas de gelo. Aí já viu aonde isso vai dá, né?
Beijos Sueli e boa quarta.
A minha será ótima.

james p. disse...

A ilusão talvez seja uma companheira inseparável(e nem sempre agradável) de todos nós.Parabéns pelo poema,tão sensível,pela forma como usa as palavras.Abraços.

ricardo blauth disse...

alo SUELI

AMIGOS
CAMINHANDO JUNDO
NÃO DÃO ESPAÇOS
À ILUSÕES


bjs


RICARDOgaropabaBLAUTH

Kiara Guedes disse...

Amiga, tem uma amigo meu que sempre fala: a esperança é a ultima que mata! rsrsrs
Brincadeias a parte, vc sempre tocando a gente. Bjs meus.

Majoli disse...

Ilusão, vivo dela, sempre acreditando que não é ilusão e que decepção ao ver que mais uma vez me iludi.
Lindo e triste amiga.
Beijos no coração.

maria claudete disse...

Se o Palhaço pinta o rosto para viver o que seria de nossa vida se não tingíssimos de ilusão o palco ? Nela cada um de nós pode até sentir-se ludibriado mas por alguns instantes se se foi ao paraiso,então valeu! beijos

Aninha disse...

“Pequenas poções de ilusão/Mentiras sinceras me interessam/Me interessam, me interessam”... Como gosto de Cazuza! Esse teu poema é bastante interessante e a conseqüência de nos rendermos a ilusão é saber, mesmo que inconsciente que sempre vai aparecer a desilusão. Martha Medeiros foi fantástica ao afirmar que a desilusão nada mais é do que “parar de acreditar que se é mais esperto que os outros”.
Beijão!

Luciana disse...

Nossa, Sueli, que lindo texto, adorei!
Principalmente o final, ficou show de bola.
A ilusão é isso mesmo, que bom se ela não existisse.

Beijos!

meus instantes e momentos disse...

é bom voltar ao teu blog. Ótimo post.
Maurizio

Afrodite disse...

Oi, Su, passei pra ver se tinha post novo...aproveito pra deixar umbom final de semana.
Beijos!

A.S. disse...

Sueli,

A ilusão usa sempre uma máscara que se confunde com a realidade!
Deixa que seja o coração a determinar o caminho...


Um beijo meu!

Rosangela disse...

ILusão...Como ela machuca q1uando acordamos dela...

Beijos poéticos...

te adoro e vc não apareceu néh

Juliêta Barbosa disse...

Sueli,

Bom é saber que cada vez que ela bate a nossa porta, nós saímos fortalecidas. Cada experiência por pior que seja é um ganho.Gosto muito de vir aqui. bjs

Mylla Galvão disse...

Sueli,

Que bela poesia!!!
Mas a ilusão é necessária a nossa vida! Sem ela nunca saberemos o que foi bom ou ruim em nossa vida!
Confesso que meu último relacionamento foi uma grande ilusão!!! E olha que levei 3 anos para percerber isso... tempo demais!!!

Bjão e bom domingo!!!

medeiros.paulo.zip.net disse...

Passando pra desejar uma ótima semana.
Beijos!

Sonia Pallone disse...

As vezes não somos nós quem lemos a poesia... é ela quem nos lê, feito essa que escancarou meu interior... Lindíssima !!
Bjs querida.

www.solidaodealma2.blogspot.com

JuJu disse...

Pior é que a ilusão continua por aí e fazendo novas vítimas... Ui!
Passe lá no meu blog e deixe seu comentário!!!