6 de out de 2014

Então, você vem ...


Então, você vem ...
e me encosta
e  me enlaça
e me abraça
e me afaga
e me faz
    tão feliz...

(Sueli Benko)

...

3 de jul de 2014

Quando o fim demora a chegar


Existem livros tão longos e tão cheio de histórias repetitivas 
que não acabam mais...
Às vezes, dá vontade de pular capítulos e conhecer o fim da história, 
para ver se vale a pena continuar lendo, 
ou então, fechar o livro, guardá-lo e nunca mais pegá-lo, 
deixando que a imaginação invente a sequência
 e, inclusive, o fim.

(Sueli Benko)

...

9 de jun de 2014

Danço somente a música que eu gostar ...


Tem gente que dança conforme a música.

Eu danço conforme meu estado de espírito,
 pois, se da música que estiver tocando eu não gostar, 
tampo os meus ouvidos, 
e meu coração fará soar a música que quero ouvir ... 
... e a dançarei, então.

(Sueli Benko)

...

19 de mai de 2014

Ei, acorde!


“Você, que não concorda com o que eu penso, com o que eu digo ou com o que eu faço, com certeza, dar-me ia razão se conseguisse lembrar-se de quem você era antes do mundo determinar quem você deveria ser ...”

Ei! Acorde!

...

Sueli Benko

1 de mar de 2014

Águas de março


Certa vez, pedi às águas de março que chegassem logo
para lavar minhas mágoas, minha saudade, minha desilusão.
Hoje , espero ansiosa por elas,
mas, para que abençoe este amor que invade
minha vida, minha alma, meu coração.
Este amor que não é fogo, posto não se apagar,
que não é água, posto a deliciosa sensação de queimar,
que não é ar, pois o fôlego, insiste em me arrancar.
Águas de março, vem e arranca-me todas as pretensões,
todas as expectativas,
todos as esperanças,
todo o amanhã que eu possa imaginar.
Águas de março, só não leve o meu hoje,
pois é lá que meu amor sempre haverá de estar.

(Sueli Benko)

22 de fev de 2014

Diploma de Burra

Amigos que passam a lhe ignorar quando arrumam algum outro interesse...


Aí, um dia ele reaparece, você esquece tudo e volta a ser amiga dele. Então, ele arruma outro interesse e vira-lhe as costas novamente...

Na primeira vez, a mancada pode ter sido dele, mas na segunda, quando você já sabia que ele “não está nem aí para um amigo”... Quem deu mancada com você, foi você mesmo.

Agora, se isso acontecer uma terceira vez... 
Ahhhhh... esquece, nem vou dizer nada, vou apenas lhe enviar um diploma de “burra”! ... ou, quem sabe, uma “carroça”, de presente.



18 de fev de 2014

Voltando ...


A saudade do tempo em que eu me dedicava ao meu blog foi chegando devagar. Percebi que minhas amigas blogueiras, outrora afastadas, devagar estão voltando... (outras, nem chegaram a se afastar). Não sei se foi isso que enviou um ânimo muito grande para mim! Quero voltar, gente, mesmo que seja com menos inspiração que antes.

Tentei encontrar motivos para minha ausência, mas foi em vão.  Talvez, tenha sido o excesso de felicidade que tenho sentido nos últimos tempos. Tenho a impressão de que a tristeza, ou a carência, apesar de serem horríveis, facilitam a nossa inspiração. Mas isso prova que damos mais importância ao sofrimento que à alegria,não é? Uma boa dose de Facebook também acredito que tenha atrapalhado...

Mas, chega! Quero mudar esse foco. Quero escrever, também, quando estou feliz!

“Quando ela veio em minha porta, corri para abrir,
em um tapete vermelho, a convidei para entrar.
Quando quis ir embora, ajoelhei-me e insisti:
Fique por aqui, dona Felicidade,
há um aposento só seu pra se acomodar!
Trouxe um vaso de flores e água de cheiro,
Pra lhe oferecer e lhe perfumar.
Desta vez, não a deixo ir embora.
Meu coração está cheio de amor pra lhe dar.”

(Sueli Benko)