26 de jul de 2012

A distância que aproxima


Às vezes, a vida prega-me peças 
e, tentando entendê-la, aqui fico eu.
Insiste em fazer-me amar-te tanto
e em juntar meu destino ao teu.
Mas, quanto mais te tenho, mais longe te sinto.
E quando menos te tenho, mais te sinto meu.
E é por essas e outras e por querer-te tanto,
que desisti de ter-te, grande amor meu.

(entenda...)

...

Sueli Benko

...

9 de jul de 2012

Provei meu amor por mim...



Provei meu amor por mim no momento em que descobri uma grande besteira que fiz e não fiquei contra mim e nem me arrependi. Entendi que não sou, não poderia e nem pretendo ser perfeita. Quando me percebi quase ficando triste e envergonhada, levantei meu ânimo e mandei tudo às favas. Eu estava do meu lado e pronta para enfrentar qualquer consequência. Então, eu senti que me amava e esse amor deu-me toda força que eu precisava. 

(Sueli Benko)

...

8 de jul de 2012

A outra que habita em mim


Há uma outra que habita em mim e, quando resolve aparecer, 
o capeta se esconde! 
Quando se vai, resta-me ficar recolhendo cacos e, muitas vezes, 
tentando reconstruir coisas de construção tão difícil. 
Com nada se importa, nem nada teme. 
Diz o que quer, faz o que tem vontade, 
enfrenta, decide, ama, fere, diverte-se... 
Sem medo, sem dúvidas, sem pudor. 
Eu a desconheço, mas ela me domina, 
eu a repudio e ela me desmente, 
eu a evito e ela me ignora.
Há uma outra dentro de mim, 
que, "às vezes", é mais eu do que eu mesma.
E, "às vezes", 
eu a invejo.

Sueli Benko

...

5 de jul de 2012

Homenagem ao Corinthians

Essa crônica foi escrita por uma pessoa que aprendi a amar com muita facilidade.
Uma amiga que chegou das Minas Gerais, apaixonada pelo Cruzeiro, mas que aprendeu a também ter uma grande simpatia pelo Corinthians, pois sentiu a vibração dessa torcida maravilhosa. Sou Corinthiano roxa, todos os meus amigos sabem disso, e eu estava para escrever uma homenagem ao meu Timão pela vitória de ontem, quando li o texto que Sandrinha escreveu.
Não... nada poderia ser mais lindo. Eu não saberia escolher tão bem as palavras. Emocionei-me muito! Não pedi a ela, mas tomei a liberdade de copiar o texto aqui, abaixo:




"Hoje um sonho se realiza...
Não o sonho de um time, mas o sonho de uma taça, de um campeonato...
Desde que foi criada ela espera, passando por outras mãos, 
sendo entregue a outros a quem que ela não pertencia.
E paciente sempre esperou...
Nunca se viu tamanha quietude, 
nunca se viu profunda espera.
Hoje ela brilha mais nitidamente, diria, 
que ofuscante, de tanta felicidade.
Qual noiva sendo levada ao altar 
para ser entregue ao homem que ama.
Valeu a espera, valeram os anos em que foi colocada 
onde não deveria estar...
Foi de alguns, foi de muitos, trouxe sorrisos, festas, comemorações...
Fez corações explodirem, sorrisos invadirem rostos e olhares, 
fez muitos chorarem, vibrarem, torcerem...
Se extasiarem num gozo infinito de felicidade.
Foi beijada por muitos, desejada por outros tantos...
mas manteve-se integra na sua espera. 
Porém, nunca brilhou tanto como nessa noite, 
nunca ofuscou tantos olhares como hoje...
Nunca tantas lágrimas foram derramados por ela, 
nunca se cantou em tão alto som...
Nunca!
Ela parece sorrir ...
Como se um deus estivesse soprado sobre ela, a vida...
Sim, essa taça hoje ganhou vida...
Ela sorri, findou-se a espera!
Hoje realizou-se o seu mais profundo desejo... 
O Corinthians é dela...
Não foi o Corinthians que almejou a libertadores, 
não foi o Corinthians que quis ter essa taça nas mãos,
mas a Libertadores que desejou o Corinthians. 
Esta taça quis ser acolhida pelas mãos desses guerreiros
Nunca um campeonato almejou tanto um time 
como a Libertadores almejou o Corinthians!
Hoje, ela se dobra ao seu time guerreiro, 
Hoje, esse campeonato que tem vários nomes 
gravados em seu pedestal, 
recebe o único nome que sempre a mereceu: 
Corinthians...
Que venham todos e se curvem a ele, 
que se curvem em respeito ao único 
que não correu atrás dessa taça, 
mas que foi desejado por ela...
E novamente eu repito...
O Corinthians não almejou a Libertadores, 
mas a Libertadores almejou, desejou o Corinthians!
Hoje, esse casamento se realiza, 
tendo como testemunha milhões de guerreiros 
que cantam em uma só voz...
Aqui tem um bando de loucos, loucos por ti Corinthians!!!"

Sandra Botelho