28 de set de 2009

Aceitação


Um dos sinônimos de “aceitação” pode ser “libertação”. Quem não aceita a realidade como ela é, pode estar adiando muita coisa boa em sua vida. A libertação do sofrimento muitas vezes vem da aceitação.

A não conformação diante do inevitável é estressante, deprimente e totalmente inútil. Quantas vezes queremos que as coisas sejam exatamente como julgamos que deveriam ser e teimamos em não entender que “as coisas são como são”.

Vivemos sofrendo muitas transformações. Se nos negarmos a elas, não estaremos evoluindo e não haverá sentido algum nesta vida se não houver evolução.

Segundo alguém que tem me ensinado muitas coisas maravilhosas, toda transformação começa na aceitação. Aceitar é parar de fazer esforço. É deixar de insistir em transformar as coisas que não se consegue transformar. É mais prático, inteligente e menos desgastante passar a aceitá-las.
“Deixa a vida me levar... Vida leva eu...” – Conheço pessoas que cantam exatamente o contrário e insistem em afirmar que não deixam que a vida as leve. Elas é que querem “levar a vida”. Quem diz isso está medindo forças com a vida. Será que existe alguém com mais poder que ela? ...

Não aceitação de um fato geralmente envolve luta e luta gera cansaço. A vida não precisa lutar com ninguém. Ela decide, manda e pronto! Aí, vem o fracasso para quem com ela lutou; lutou com a única arma que possui: a expectativa. Reparem que todo fracasso vem de uma expectativa.

Esse mesmo alguém que tem me ensinado muito sobre a vida, também me disse algo que realmente me fez pensar e ajudou-me muito a aceitar certas situações em minha vida, até então julgadas inaceitáveis. Ele me disse que o melhor presente que eu poderia me dar, seria conseguir dizer para mim mesma: “a vida não precisa ser como eu gostaria que ela fosse, ela é como quer ser para mim – e eu aceito.”

Pensem nisso.

...

Obs.: No texto acima, favor não confundir “aceitação” com “inércia”.

15 comentários:

Chica disse...

Linda reflexão e realmente não pode ser confundido com inércia,rsrs...beijos,tudo de bom nessa semana que inicia,chica

Majoli disse...

Amiga, desde quando conheci teu blog eu me encantei com teu jeito de tocar fundo em mim, e sempre voltava pra me alimentar de tuas palavras.
Depois que te conheci pessoalmente, aumentou, pois parece que te vejo falando comigo em vez de estar somente te lendo.

Sabe, sinto que estou caminhando na direção certa, e a aceitação tem me ajudado muito.

Beijos mil no coração.
És especial querida.

Ana Luiza F. disse...

Amore... falamos sobre esse assunto, né? E me conheces bem demais pra saber que tento ser boa aluna (tua) mas... acho que primeiro de tudo preciso saber e entender o que a vida deseja de mim pra daí trabalhar com a aceitação. Como aceitar a falta de amor? Como me conformar com iso e não sofrer? Vixe!!!! Vou precisar de muio aprendizado...bj querida.

Analu disse...

Dinda passando pra dar beijo no afilhado. Beijo, amiga-irmã-comadre!

Majoli disse...

Querida, tem um selinho especial pra você lá no meu blog, corra pra buscar..rs.

Beijos, saudades.
Amo você.

ricardo blauth disse...

A M É M ........

sueli AMIGA

Angela Vieira disse...

Olá Sueli!

Muito bonito mesmo... entrar no fluxo da vida.

Aceitar a realidade é aceitar que existe um plano maior para nós, e que somos os RESPONSÁVEIS por tudo aquilo que nos acontece.

A aceitação é melhor "aceite" quando descobrimos que somos os co-criadores deste Universo.

Um beijinho... ang "go with the flow"!

Humberto Deveza disse...

Ótimas reflexões meu.
BOas mesmo, vou voltar por aqui.
Abraço

Ana Lúcia Porto disse...

Oi Sueli,

Estou contente por ter ido me ver lá no Empório do Café Literário. Agradeço de coração os seus comentários...
À propósito, há tempos, eu linkei este seu blog aqui, se olhar na coluna esquerda do meu, irá notar o link.

Quanto a este seu post, sábias palavras... A vida e o convívio, se tornam mais fáceis com a aceitação, sem dúvida...

Beijos, e eu estou lhe aguardando para fazer parte conosco, do grupo do Empório,
Ana Lúcia.

Ana Luiza F. disse...

Coisi fofa, passei aqui pra dar um beijo estalado. Lendo todo dia um pouquinho aquele teu e-mail viu? Que teu findi seja glorioso. Amiga-irmã-comadre, te amo demais da conta.

Cadinho RoCo disse...

Entender o ritimo, espaço, compasso e extensão da vida é perceber o qusnto ela pode avançar naturalmente quando não obstruída por propósitos nossos por tantas vezes despropositados.
Cadinho RoCo

claudete disse...

Palmas pra você amiga, a gente sabe que amadureceu na vida ,quando consegue aceitar os fatos gerados não nos eximindo de partícipes no processo. Beijão e te aguardo.
Clau

JuJu disse...

Pois é. Aceitação é a receita, pois muitas coisas acontecem na vida da gente com um único propósito: proporcionar que nos tornemos pessoas melhores.
...
Passe lá no meu blog e deixe seu comentário!!!

Sonia Pallone disse...

Nada como uma saudável reflexão antes de dormir... Encerro minha caminhada de hoje com chave de ouro. Beijos.

Kiara Guedes disse...

nada é por acaso, nem eu vim ler esse seu texto hj... Obrigada! :)