21 de jan de 2013

E no desenrolar dos fatos...



... os próprios fatos se enrolam para que por si só possam se desenrolar.
E no desenrolar dos fatos, se prestamos atenção a eles,
veremos que nada acontece por acaso.
Muitas vezes, eles se transformam em:
atrasos, para que aprendamos a ter paciência,
inseguranças, para que conheçamos a independência,
perdas, para que aprendamos a dar valor,
ofensas, para que aprendamos a perdoar.
Como num quebra-cabeças,
as peças se espalham, se perdem e se acham
e, no desenrolar dos fatos,
se encaixam.
E assim, fato após fato,
é que vamos nos conhecendo.
E no desenrolar dos fatos...
... descobrimos se, afinal, aprendemos
(ou não).

Sueli Benko

...

8 comentários:

Majoli disse...

Su amada, que MARAVILHA!!!

E no desenrolar dos fatos, que saibamos distinguir e decidir os caminhos a seguir.

Beijos enormes, cheios de carinho.

Amo você!!!

Juliêta Barbosa disse...

Sueli,

Alguém me disse certa vez: "o que tem de acontecer tem força". Creio que o desenrolar dos fatos obedece a essa lógica.

Lindo o que escreveu a sua amiga "La Zingarah". Obrigada, por partilhar. Sua generosidade me comove. Bjs

Severa Cabral(escritora) disse...

Estou aqui hoje por um motivo mais que especial.
Tenho que dizer que não foi fácil conseguir você para ser meu seguidor,
foi muita motivação impulsionando com postagens e visitas...que atingi 300 seguidores
Agradeço te convidando a visitar a florada do IPÊ junto comigo no FOLHAS DE OUTONO !
Deixo o meu abraço recheado de carinho !!!!!

Malu Silva disse...

Rabiscos da Alma me trouxa até aqui e eu adorei. Virei mais vezes. Um abraço!!!

Geisa Machado disse...

Amiga, existem textos que falam por si só. O que você escreveu foi tão forte que me deixou sem folego e sem ter o que comentar.
É só no desenrolar dos fatos... "que descobrimos se afinal, aprendemos (ou não)". ARRASOU!!!!
Um beijo grande pra você!!!

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Muiito bom, Suely. As coisas sempre se encaixam, e mais que isso, são como têm que ser, não adianta nem a gente querer, nem sofrer para que acontecça isso ou aquilo, nós sim, temos que ser moldáveis às situações. Beijos.

Angela disse...

Já sou sua seguidora a algum tempo, seguidora desses seus poemas que encantam, adoro ler você, sua fã de carteirinha.
bjs

Sandra Botelho disse...

Sempre. sempre sábia...Ah amiga, como eu queria ter essa serenidade e essa sabedoria. Preciso aprender tanto ainda. Maravilhoso seu texto. desculpe a demora em vir tá? Bjos no coração