13 de mai de 2015

Às vezes, busco-te...


Às vezes, procuro-te nos lugares mais incríveis,
na brisa ou no vento,
nos campos, nos mares.
no sol ou na chuva,
mesmo sabendo que tu não estarás.
Há um desejo secreto de buscar-te,
mas, nem sempre, o de te encontrar.
Pelo caminho, ainda sinto esperança
de ver felicidade em teus olhos
ao me vires por ali chegar.
Porém, caso te encontre,
talvez perceba a mesma indiferença
que tem se feito tão peculiar.
Então, pergunto-me
por que insisto na busca ...
E meu coração responde que,
apesar das dores e desatinos,
esperas infindas e destempêros, 
apesar de tudo que já fizestes,
Ele escolheu  te amar.

(Sueli Benko)

...

5 comentários:

maria claudete ferreira herculano batista disse...

Genial amiga ! Sua verve poetica está a mil.Amei.bj

maria claudete ferreira herculano batista disse...

Genial amiga ! Sua verve poetica está a mil.Amei.bj

Majoli disse...

Que poesia mais linda minha querida!
O coração tem suas escolhas próprias e muitas vezes não conseguimos entender a razão.
Beijos cheinhos de saudades de ti.

Maria Rodrigues disse...

O amor supera muitas vezes a razão.
Nostálgico e belo.
Beijinhos
Maria

meus instantes e momentos disse...

e quando escolhe...