28 de nov de 2010

Quando a gente resolve se amar ...




“Quando a gente resolve se amar, a vida acontece de outro jeito, adquire cores e movimentos, perfumes e texturas que não se deixavam ver antes disso. A gente muda de dimensão, deixa o deserto para trás, e é verão o ano inteiro. E, de dentro do espelho, outra pessoa olha em nossos olhos...uma pessoa que a gente nem sabia que existia.”

(La Zingarah)

...


Este texto retirei um dia de um blog maravilhosamente escrito por uma cigana cujo codinome era La Zingarah (mesmo nome do blog). Se eu soubesse que ela encerraria o blog, eu teria copiado todos, pois ela escrevia muito bem e seus textos sempre nos fazia parar para pensar. Quem é daquele tempo, por volta de 2006, deve se lembrar dela. Infelizmente este foi um dos únicos que guardei. Se alguém conhecê-la peço que me informe seu paradeiro (ou se, quem sabe, montou um novo blog).
Sueli


...


Atenção, pessoal!
Prestigiem o BLOGGIRLS!
Post desta semana: "FLORES DO JARDIM DA VIDA..." (Sandrinha)


...


21 de nov de 2010

Como é bom...


Como é bom fechar os olhos e enxergar coisas bonitas, sentir a paz e a sensação de missão cumprida por ter chegado ao lugar certo.

Como é bom abrir os olhos e enxergar um caminho novo a percorrer que, apesar de desconhecido, proporciona-me a certeza de que o medo não virá.

Como é bom olhar a mochila e encontrar todas as ferramentas necessárias para destruir qualquer obstáculo que possa aparecer.

Como é bom olhar para essas ferramentas e me lembrar de que cada uma delas foi por mim esculpida nas pedras encontradas no caminho anterior.

Como é bom ter aprendido a amar a Vida e agora poder partir rumo ao desconhecido, até mesmo com os olhos fechados, se eu quiser, porque aprendi a enxergar com os olhos da alma e sei que é através dela que a Vida fala comigo.



Sueli Benko

...



15 de nov de 2010

Sonho ou realidade?


Um dia, contrariando todas as minhas expectativas, tu voltaste a me fazer sonhar com realidades feitas de presenças, toques, olhares, sensações, sinceridade e sentimento verdadeiro. 

Chegaste trazido por mãos de anjos, envolto numa sintonia tão intensa, que tuas vestes confeccionadas com fios de sonho, de tão perfeitas, fizeram-me acreditar serem palpáveis.

Alimentaste minha percepção com teus mistérios, embriagaste meu coração com teus enigmas e intensificaste meus sentimentos com tua inteligência ímpar.

Assim como chegaste, hoje vestes tua realidade e me mostras tua verdadeira face. Aquela que conheço com a palma de minha mão e com a sensibilidade dos meus beijos. Só não há uma lágrima em meu olhar porque aprendi a entender meus devaneios e a aceitar tua realidade. 

Apesar disso, queria tanto um pouco mais de sonho... Meu corpo cansado deseja dormir um pouco mais. Mas a vida chama... O amanhã está chegando e a mim resta decidir se aceito ou não a brincadeira do “faz-de-conta” e, então, continuar sonhando... mesmo acordada.

...


11 de nov de 2010

Sou o que sinto



Não sou pessoa de parar e ficar pensando na vida. Nem na vida e nem na morte. Ao invés de pensar, aprendi a sentir. E opto por sentir a vida (em mim). Quando aprendi a me sentir, percebi que ainda não me conhecia, mesmo tendo vivido todos esses anos aqui comigo. Sempre pensei que eu era aquilo que eu pensava que eu fosse. Mas eu não era, não sou e nunca serei qualquer coisa que eu possa pensar que sou. Mas sei que fui e sempre serei aquilo que sinto que sou. E dentro do que sinto, aceito-me e descubro a parte boa da vida (a que está dentro de mim e não fora). E vivo.

...


5 de nov de 2010

Quisera ...



Quisera te falar dos caminhos que eu sigo,
Pé ante pé, pois assustar-te eu sempre temi....
Transvestindo-me para não ser notada...
Disfarçando falas para não ser ouvida ... por ti.

Quisera te falar dos sonhos que ainda tenho contigo,
Do jantar imaginário que te servi...
Das dúvidas que sinto quando te ouço...
Da saudade do que não houve, mas que insiste em ficar ... aqui.

Quisera poder te falar dos meus passos lentos,
Do quanto te procuro na Terra, no Mar e na Lua
Ah... se eu pudesse encontrar-te hoje,
Te daria de presente esta saudade tua ... aí.

Ah, se soubesses o quanto te entendo...


...

(Sueli Benko)

...