23 de ago de 2013

O Homem de Aço (SUPER HOMEM)


Ontem, dei-me um presentão. Levei-me para assistir “O homem de Aço” (Super Homem - meu maior ídolo da infância, dentre os super heróis). Foi o último dia de apresentação em São Paulo. Minhas tentativas anteriores de ir assistir esse filme foram frustradas. Eu havia levantado às 5 da madruga, estava com sono, mas meu amor antigo pelo ídolo super herói venceu e levou-me para uma sessão no finzinho da tarde.

Sinceramente, foi uma das melhores coisas que fiz, porque há muitos anos, não me emocionava tanto com um filme e não via uma produção tão excelente. Tudo bem que era em 3D, mas os efeitos especiais deveriam ganhar todos os prêmios! O coração bateu mais forte o tempo todo! O cinema estava praticamente vazio, silêncio total como eu gosto, então pude assistir confortavelmente, ocupando duas daquelas poltronas deliciosas.

De quebra, o pai dele era nada mais nada menos que o Kevin Costner (e eu não sabia desse detalhe)!!!! (amo!!!)

Gente, quando o filme acabou, eu tinha lágrimas nos olhos e a sensação de ter feito a melhor coisa que poderia ter feito ao tomar a decisão de ter ido. Como me agradeci por ter me dado esse presente!!!

Pena que não posso recomendá-lo agora, pois não está mais passando em lugar algum (pelo menos, em Sampa, não está).


Quem assistiu, assistiu. Quem não assistiu... 

...


10 de ago de 2013

Houve um tempo...


Houve um tempo em que eu te chamava todos os dias
... implorava tua presença,
... não te deixava ir embora.

Houve um tempo em que me fazias perder o sono
... perder as horas.
... perder a cabeça.

Houve um tempo em que eu largava tudo por ti.
... compromissos,
... descanso,
tudo, enfim.

Sim... houve esse tempo.

Hoje, apenas te amo.

...