11 de set de 2012

Faixa de pedestre


Fiquei muito feliz quando foi instituída em São Paulo, a obrigatoriedade de respeitar a faixa de pedestres, ou seja: pedestre sempre tem prioridade quando pisa na faixa. Após algum tempo da lei estar em vigor, percebo uma dificuldade: não sei se é mais difícil o motorista aprender a respeitar o pedestre na faixa, ou se é o pedestre se acostumar a usar o seu direito de prioridade ao atravessar.

Às vezes, paro o carro antes da faixa quando vejo o pedestre, mas alguns deles não atravessam nem a pau se eu não fizer um sinal com a mão para eles, mesmo que o carro já esteja parado. Outros até fazem sinal para o carro passar antes deles. Preferem esperar.

Há, também, como não poderia faltar (afinal, isto é Brasil...rs) os engraçadinhos. Outro dia vi um homem chegar na beira da calçada, colocar um pé na faixa, estendem a mão, o motorista à minha frente parou o carro, ele arrumou a manga da blusa, virou-se para trás, sobiu na calçada de novo e foi embora. Juro que vi isso acontecer! Deu vontade de subir na calçada e atropelar o “fulano” (para não dizer outra coisa...rs).

Também tem o caso daqueles motoristas que ficam buzinando atrás da mim quando paro o carro antes da faixa para deixar o pedestre passar. Dá vontade de descer do carro e ir mostrar a lei do trânsito para ele. E nessa hora nunca tem um guarda por perto!

De qualquer forma, quando estou dirigindo, sempre paro na faixa e, quando sou pedestre, faço questão de usar o meu direito de atravessar.


Sueli Benko

...